quarta-feira, 31 de outubro de 2007

SANTO SEPULCRO


Depois de subir bons sete quilômetros, prepare-se para andar mais dois forçados se quiser conhecer o Santo Sepulcro. Talvez as melhores imagens estejam ali, pois há um percurso com vários oratórios e pequenas capelas onde os romeiros vão ao que vieram. Além de muita oração, velas e cantoria, um hábito dos romeiros é deixar ali, pelas paredes, seus nomes ou uma mensagem de agradecimento por uma graça alcançada.
Bom, um desses locais de reza no Santo Sepulcro é a Capela Senhora Santana, que está num dos pontos mais altos da colina, bem perto do céu. Ali, nosso colega de profissão Antonio Lauro Neto, de 70 anos, faz e vende fotografia para os romeiros. Está lá, firme e forte há 42 anos, com sua Olympus Pen.



5 comentários:

Flavio disse...

Legal pensar nisso!
Nesse homem, sua máquina...40 anos daí!

Flavio disse...

E um belo retrato!

Marcello Vitorino disse...

O retrato é simples, direto e reto mesmo, pois esse olho no olho me pareceu bastante honesto e suficiente para deixar a pergunta: Mas quem é esse cara? Bom, taí...é um tipo de profissional que também estea se reciclando com essa avalanche tecnológica. Os caras estão com um lab digital no santuário, soltando as fotos rapidinho para os romeiros. Dias contados para as Olympus...

Marcus Iizuka disse...

agora sim, agora vai...
a foto da capelinha com o céu azul no fundo, é A FOTO. Gosto muito...
Sera que as "nossas" digitais vai durar 40 anos como a Pen. Será?

Marcello Vitorino disse...

Cara, essa foto da capela é simples, mas acabou me rendendo um depoimento e um livro de poemas. Mostrei o blog lá mesmo para um sebista, no balcão da loja, pois estávamos conversando sobre os livros, fotografia e música regional. Eis que o Manel (o dono do sebo) olha e foto e saca um livro de um amigo dele e me entrega dizendo: "leva para ler no quarto do hotel e depois passa de volta para a gente conversar. Isso foi escrito depois de uma subida paro o Santo Sepulcro, justamente da beira desse precipício onde está essa capela". Putz, comecei a ler na mesma noite e por enquanto, sem comentários. O livrinho é poderoso e vai gerar uma resenha em breve. Mais detalhes impublicáveis, só na base do Shoshu.