sábado, 3 de novembro de 2007

GRAN FINALE SERTANEJO

A missa de despedida, oferecida em homenagem aos romeiros, aconteceu hoje na igreja Matriz, ao meio-dia. Casa lotada, muita água benta, gente desmaiando por causa do calor e participação entusiasmada da platéia.
Depois disso, era grande o movimento dos paus-de-arara na cidade, cada um tomando o seu rumo para as mais diversas cidades desse sertão brasileiro.

4 comentários:

cristina pereira disse...

Fé é um enigma pra mim...
Eu não tenho esse sentimento tão abstrato.
As vezes é difícil ter fé em você mesmo! (rs)

Marcello Vitorino disse...

Para mim também é um enigma, talvez por isso eu esteja fotografando o tema faz algum tempo. Espero um dia compilar isso num livreto e compartilhar meus sentimentos.

reduto da bibliotecaria disse...

Não precisam ser devotos para ter fé, aqueles que estão presente nas romarias da cidade de Juazeiro do Norte podem ver, sentir e compartilhar da fé e devoção daqueles que vem em romaria no pau-de-arara, bicicleta, motocicleta, ônibus, carro e a pé, em seu percurso de ate 600 quilômetros. Ao chegar ao Juazeiro do Norte suas buzinas rompendo o silêncio anunciam sua presença na cidade sagrada. Os romeiros vêm pedir graças, pagar as graças alcançadas ou as graças recebidas de outra pessoa que não pode vir. São bem vindos todos ao Juazeiro do Norte.

Nario Barbosa disse...

Juazeiro do Norte é um lugar que estive em 1997.atrás das histórias de Lampião só que não tive tempo para explorar outras temas.mais esse material Marcelo tem que que expôr junto com candomblé sei lá onde,como trata de religião, vc deve ter muita coisa.